Soma

Sou um homem dividido De um lado a solidão massacrante Boa e alentadora solidão De um lado a companhia pujante De boas almas e janelas abertas Massacrante companhia Sou um homem dividido Entre a dúvida, a certeza e o inverso Entre o sono leve e o acordar pesado Entre a luz e a penumbra Sem […]

2017

Atravessei a noite fazendo amor pela varanda Entrei neste ano pela porta da frente Barba azul, repleto de sucesso Casa, mulher, família, paixão Ao meu redor, tudo de bom Muito trabalho, realização Ela foi embora Complicada, magoada, largada Me abandonou apenas Felicidade é coisa besta, de gente tola Apartamento grande, vazio Solidão gostosa, mulheres também […]

Mar de pedras

Ontem quase me afogo Na solidão de um mar de pedras De ilhas cheias de olhos À distância de um toque Um sussurro Um desbunde Salvo por mãos gigantes De gestos calmos Lindas Qual o preço de um poema? Queria ter me afogado

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo
RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter