Afrontas

Sou um ator Ébrio verdadeiro Farsa errante de encantamento Seduzo e inflamo Em rusgas orgasmáticas Amo, duvido e sei Ouso, acredito e alcanço Sou fera faminta Carcará atrevido Trago ácido Em saliva adocicada Gênio bandido Errei por tantas e tão poucas Sonhei por tantas bocas, tão loucas Beijei a morte em pesadelos De medos, paixões […]

Minha casa

Minha casa é frente norte Tem sol, chuva e tempestade Bem ali na varandinha Batizada com seu nome Minha casa tem terreiro Visita de curador Conselho de velho bem velho E um bando de velhas assanhadas Tem galinha na cozinha Pio agudo no entardecer Tem gato ladrão E cachorro de quintal Lagartixa caçadora Por detrás […]

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo
RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter